A economia é o motor da sociedade

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Europa perde 46 milhões de passageiros...

Europa perde 46 milhões de passageiros num ano   20/09/10 11:15

Portugal foi dos que menos sofreu com a crise na aviação, mostram dados do INE.
O movimento de passageiros nos aeroportos europeus recuou 5,7% em 2009 face ao ano anterior. Nos aeroportos nacionais a queda foi menos acentuada, de 3,8%.

No total, os aeroportos europeus movimentaram 758 milhões de pessoas no ano passado, menos 46 milhões do que em 2008. Em Portugal transportaram-se 23,8 milhões, um milhão a menos que no ano anterior.


A análise do INE por países dá conta da hegemonia dos aeroportos do Reino Unido e Espanha, com estas duas origens a agregarem cerca de um terço do total de passageiros embarcados na UE em 2009. No 'ranking' europeu, Portugal situa-se no 10.º lugar, com 13 milhões de passageiros, o que representa pouco mais de 2% do tráfego total de passageiros embarcados na Europa.




Segundo os mesmos dados, Heathrow, em Londres, foi o aeroporto europeu que movimentou o maior número de passageiros em 2009 (cerca de 66 milhões), seguindo-se o Paris - Charles de Gaulle (quase 58 milhões). Estes resultados representam decréscimos para ambos os aeroportos de 3% face a 2007.

De entre os principais aeroportos europeus, apenas o aeroporto de Roma-Fiumicino conseguiu crescer em número de passageiros transportados entre 2007 e 2009 (1%), enquanto o aeroporto de Barcelona registou a maior diminuição (-17%). O aeroporto de Lisboa, que movimentou cerca de 13 milhões de passageiros em 2009, evidenciou, igualmente, um pequeno decréscimo no número de passageiros transportados face a 2007 (-3,5%).
Fonte: http://economico.sapo.pt/noticias/europa-perde-46-milhoes-de-passageiros-em-2009_99519.html
TRABALHO DE VASCO SOARES

16 comentários:

Mark disse...

Não há muito que se possa dizer sobre esta noticia.. Devido ha crise o movimento de passageiros diminuiu...

henrique disse...

Sobre esta noticia podemos observar que o numero de passageiros diminui mais nos aeroportos nacionais que nos nacionais.

henrique disse...

Europeus que nos nacionais*

Filipe Elvas disse...

Com a crise todos países perderam passageiros mas Portugal foi um dos paises que perdeu menos passageiros. Portugal perdeu 3.8% enquanto na Europa recuou 5.7%.

sebas disse...

Devido a crise os habitantes da Europa tiveram que cortar em certos luxos como as viagens de ferias,o que tambem contribuio para o decrescimo de passageiros.

João Grilo disse...

Atraves da noticia do Vasco noto que Portugal teve uma baixa pequena em relaçao á Europa mas que se acontecer todos os anos nao será bom para a nossa economia de certeza.

Saudaçoes ao resto do seguidores,
João Grilo 10D nº14

Pedro disse...

Como podemos ver, quanto ao número de passageiros nos aeroportos, Portugal não sofreu um impacto tão grande como o resto da Europa, talvez pelo facto do turismo em Portugal não ter também efectuado um decréscimo muito significativo. Penso que o que devemos então fazer é arranjar soluções para contribuir para uma evolução nesta área, como por exemplo dando mais condições aos estrangeiros tanto nas suas deslocações por Portugal como no próprio aeroporto. Digo isto porque penso que com a construção do novo aeroporto de Lisboa deve ser estudado da melhor maneira possível, a nível da sua localidade, dos meios de transporte que o rodeiam, de como está projectado, da sua capacidade para receber o maior número de passageiros e até da sua arquitectura, porque tudo isto vai influenciar a qualidade de serviço prestada ao consumidor (o passageiro).

Pedro Tomé Nº18 10ºD

Ricardo disse...

Com os dados que foram expostos, neste texto, podemos facilmente chegar a inumeras conclusões, mas a que mais salta á vista é que Portugal continua a ser um destino de preferência em relação a outros paises Europeus.
Apesar da Europa ter perdido 5,7% de passageiros/turistas(que neste caso é significativo uma vez que se trata de milhões), Portugal perdeu 3,8%, uma diferença que assim representada parece insignificante, mas que, como referi, tratando-se de milhões é tremendamente significativo, o facto deste ano o Algarve, Lisboa e o arquipelago da Madeira terem verificado um aumento de turistas na região, transmite a ideia que com as politicas correctas, com os investimentos adequados e correctos (hoteis, resorts, comercio local e tradicional etc...) o turismo pode vir a ser , facilmente, uma optima fonte de rendimento nacional.

Ricardo Lopes nº25 10ºE

Mark disse...

Como todos os meus colegas ja disseram, ate eu ja tinha dito no inico, a percentagem de passageiros diminui menos em Portugal que no resto da Europa, o que é bom. Portugal tem muito a tirar do turismo... Mas tendendo à questão que o Pedro Tomé levantou, a contrução do novo aeroporto. Acho que seria importante, não só devido ao turismo, mas principalmete porque Portugal é uma porta de entrada na Europa logo o aeroporto seria um importante meio de comunicação com o resto do mundo. Isto foge um bocado à noticía mas como à pouco para dizer sobre a mesma, achei interessante comentar a questão do aeroporto.

Afonso Bento disse...

Concordo planamente com O Pedro Tomé e consecutivamente com o Mark. Acho que com a devida organização e com os devidos fundos que agora Portugal definitivamente nao possui, a construção Do Aeroporto seria um ponto fulcral para a economia Portuguesa, assim como todas as redes de transportes. O turismo é uma coisa que deve ser cada vez mais explorada, mas concordando com o que já foi dito, se a Europa continuar a registar estas baixas, que apesar de tudo são significativas, Portugal irá sofrer também. Portugal mantémum bom nível em termos de tráfego aéreo. A única coisa a fazer neste momento, é fomentar o que dá lucro e evitar o que mais se produz no estrangeiro.
Devo acrescentar, para finalizar, que concordo com tudo o que foi dito anteriormente.
Afonso

afonso disse...

A crise económica actual tem obrigatoriamente repercussões também ao nível do tráfego aéreo, provocando uma consequente diminuição de passageiros, no entanto segundo a noticia no caso de Portugal a queda foi menos acentuada, de 3,8%, menor face a media do resto da Europa, devido a Portugal representar pouco mais de 2% do tráfego total de passageiros embarcados na Europa.
Afonso Pedroso

Filipe Esteves disse...

Em primeiro lugar perece-me que a em relação a Portugal a noticia não é muito clara porque primeiro diz que Portugal transportou cerca de 23.8 milhões em 2009, mas depois diz que no ranking europeu Portugal situa-se em 10ºlugar com 13 milhões de passageiros, acrescentando no final que o aeroporto de Lisboa movimentou cerca de 13 milhões de passageiros em 2009.
Parece então que será o aeroporto de Lisboa que estará em 10º no ranking e não Portugal uma vez que o nosso país tem mais aeroportos (Porto,Faro e arquipélagos), que talvez no total tenham transportado os tais 23.8 milhões de passageiros de que se fala no início.
A notícia, parece ser contudo muito clara quando mostra que o número de passageiros transportados tem diminuído em toda a Europa, não sendo Portugal dos mais afectados. Poderemos supor que a crise económica poderá ser uma das causas desta descida.

Bernardo Santos disse...

Segundo a notícia houve um decréscimo de 5,7% no movimento de passageiros nos aeroportos europeus e de 3,8% nos aeroportos nacionais em 2009.
Uma das principais causas do sucedido deve-se ao facto da crise económica que se tem feito sentir com alguma intensidade não só em Portugal mas também na Europa.

Bernardo Santos, nº7

carolinaribeirobarros disse...

Através desta notícia podemos ver que com a crise económica o movimento de passageiros diminuiu, principalmente nos aeroportos europeus do que nos nacionais.

- Ritaa disse...

Depois de ler esta notícia chego à conclusão que o número de passageiros em Portugal diminuiu mas, pelo menos, não apresentou valores tão baixos em relação a outros países da Europa.
Este decréscimo é indicativo de uma recessão económica nacional e internacional mas também mostra um mau caminho do incentivo ao Turismo, que tem sido uma das bases da nossa Economia.
Tenho a dizer que concordo com o Pedro Tomé e o Mark, pois um bom planeamento do projecto do novo aeroporto de Lisboa poderá ser uma excelente oportunidade para este incidente (decréscimo de passageiros) não voltar a
acontecer e principalmente vai ser uma mais valia para a nossa Economia.
Uma das áreas que vai ser bastante previligiada com este projecto será o Turismo que, pelo o que se comenta, é uma das áreas que mais aspectos positivos tem e que no nosso futuro é preciso dar a devida importância.

Rita Alexandra Matos Nº21 10ºD

João Aragão disse...

A crise económica mundial é, de uma forma geral, a principal causa para a perda de 46 milhões de passageiros, num ano, nos aeroportos europeus. Apesar de Portugal ser aqui apontado como um dos países europeus que menos sofreu com a crise na aviação, penso que seria positivo para a economia portuguesa, a tomada de medidas (nomeadamente medidas como a redução dos preços das passagens aéreas) que exortem os turistas estrangeiros a fazerem férias em Portugal. O turismo constitui uma das principais fontes de rendimento nacional e, por essa razão, deve ser sempre tido em conta quando se trata da recuperação da economia portuguesa.

João Aragão nº15 10ºD